Reduzir custos da frota ao mesmo tempo que se aumenta a produtividade: É possível?

CORTAR GASTOS AO MESMO TEMPO EM QUE SE BUSCA MELHORIAS NA PRODUTIVIDADE É UM GRANDE DESAFIO.

Para exercer o controle sobre os gastos de sua frota é preciso, primeiramente, uma análise detalhada do custo da operação. É aí que entra o TCO (Total cost of Ownership ou custo total de propriedade) que serve para planejar e controlar os gastos a serem incorridos na aquisição de um veículo, durante toda a sua vida operacional e inclusive na ocasião de seu descarte. Conhecer o TCO é um diferencial de mercado para qualquer empresa que quer administrar  os custos envolvidos na propriedade de um bem, neste caso, veículos.

Um exemplo prático: quando você compra um carro, avalia os custos de aquisição como consumo de combustível, seguro, manutenção, valor de revenda etc… Depois de alguns anos o carro começa a exigir manutenções mais caras. Isso significa que seu veículo já está desatualizado, enquanto os mais novos têm opções de desempenho e conforto melhores que o seu. Em algum momento os custos para manter um veículo passam a ser mais caros do que adquirir um novo.

estratégia de otimização da frota

Você pode usar este cálculo na sua empresa, inclusive o indicador de ociosidade do veículo, dessa forma pode alocar o mesmo veículo em outros serviços ou até mesmo vende-lo. Uma pesquisa recente que realizamos com mais de 1000 (mil) empresas levantou que apenas 25% controlam o consumo de combustível e este é um fator imprescindível, já que tem influência direta nas despesas e no desempenho das operações.

E você, sabe quanto gastou com combustível este ano?

Bem, se estivesse realizado um controle, com certeza saberia! Mas nunca é tarde para começar, e o início do ano é uma época muito favorável para visualizar como serão seus gastos com abastecimento nos próximos meses, e também um momento ideal para você aderir a novas estratégias para otimizar sua frota e aumentar a sua produtividade. Veja abaixo algumas dicas de como economizar combustível:

    • Identifique rotas mais curtas;
    • Realize as manutenções dos seus veículos;
    • Calibre corretamente os pneus;
    • Elimine o uso indevido dos veículos;
    • Faça uma estimativa de consumo de combustível por veículo;
    • Compare os gastos em cada tipo de rota.